Você está em: Notícias

Notícias

ORESTES MIRAGLIA COBRA RESPOSTA PARA IMPASSE ENVOLVENDO CODER E PREFEITURA

Data: 13/06/2018

COMPARTILHE:
A+ A-

 

O vereador Dr. Orestes Miraglia (SD), ao fazer uso da Tribuna Livre do Poder Legislativo Municipal nesta quarta-feira (13), durante a realização da 71ª Sessão Ordinária, cobrou satisfação para o impasse criado entre a Prefeitura Municipal, algumas secretarias e, a Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis-CODER.

O problema vem se arrastando há muito tempo, e tem gerado interrupções e até descontinuidade e no andamento e conclusão de muitas obras espalhadas pela cidade, o que por sua vez, acaba penalizando a população que precisa do serviço e por conta dessa celeuma acaba prejudicado com a demora na conclusão do serviço.

O impasse em si, reside no fato de que a CODER sendo uma empresa de economia mista e cuja titularidade societária é da prefeitura que detém 51% das ações, mas para sobreviver, necessita de contratos de trabalho firmados com o poder público.

Ocorre que muitas obras (inacabadas e / ou paralisadas) não possuem contratos, ou estão vencidos, e não foram renovados.

A imprensa local tem noticiado exaustivamente; o Jornal A Tribuna tem veiculado inúmeras reportagens destacando a questão das obras paralisadas, e, a população que fica impotente no meio desse imbróglio todo, cobra; e com razão, a Câmara Municipal; que por dever de ofício, tem a prerrogativa de fiscalizar o poder executivo.

Como o jogo de empurra entre Prefeitura e CODER, se arrasta há muito tempo e por enquanto não se vislumbra nenhuma saída plausível para a questão, a Câmara Municipal acaba pagando o pato.

Nesta terça-feira (12), a diretoria da Coder foi chamada ao Poder Legislativo para dar explicações sobre os fatos, incluindo denúncias de demissões que estariam ocorrendo na Companhia, e relatou a razão de algumas dispensas ocorridas.

De acordo com o presidente Sérgio Ricardo e o diretor financeiro Marcelo Miranda, ajustes de gestão estão sendo feitos para equacionar as receitas às despesas da empresa.

Mas a principal razão para as dificuldades administrativas e financeiras reside, segundo a direção da CODER, no fato da companhia não dispor de muitos contratos com a prefeitura, que garante a quase totalidade da receita da empresa.

Enquanto isso, os problemas vão se avolumando, e obras como o PSF do Jardim Morumbi, se arrastam inconclusas há mais de oito anos! A reforma e ampliação da UBS da COHAB completa três anos no próximo dia 22/06; O Distrito Industrial que representa mais de 30% da arrecadação municipal e se encontra em péssimo estado de conservação, causando dificuldades e prejuízos aos usuários e empresários.

As obras do Residencial Sítio Farias se arrastam indefinidamente e a população sofre com essa intercorrência. O vereador cobrou bom senso e parcimônia entre as partes, e uma solução imediata para o impasse: “quem não pode ficar no prejuízo e sem os serviços públicos, é a população! E nem a Câmara Municipal, que ao afinal, acaba sendo responsabilizada pela falta de entendimento entre a Prefeitura e a CODER. Isso não pode continuar! Eles têm que entrar num acordo e encontrar uma solução urgente!”, argumentou.

Em sua fala o parlamentar ainda fez um alerta ao prefeito municipal, no que tange a observação aos prazos limites impostos pela legislação Art.73 da Lei Eleitoral Lei Federal nº 9.504/1997, quanto à assinatura de contratos, convênios e parcerias, bem como, a ‘liberação voluntária de recursos públicos’ pelas entidades federativas, estaduais e federais.

Orestes sugeriu ainda ao prefeito, que cobre com mais ênfase ao governador Pedro Taques, quanto ao cumprimento das obras prometidas há mais de ano, como a Ponte sobre o Rio Vermelho; o asfaltamento da Avenida W11 no bairro Sagrada Família; além das escolas estaduais prometidas e até hoje não iniciadas.

O vereador lembrou ainda que: “por conta de estarmos num ano eleitoral, é preciso dar celeridade nas ações, pois a ‘Controladoria Geral do Estado (CGE-MT)’ estipula prazos limites para a celebração de contratos/convênios e parcerias entre o estado e municípios, bem como, para início de execução física de obras públicas de infraestrutura e serviços públicos entre outros.”, finaliza.

Ailton Lima - Assessoria

IMAGEM ANEXADA


Notícias Relacionadas

Notícias Relacionadas

+ Notícias
Endereço

RUA CAFELÂNDIA, 434
Bairro: LA SALLE
RONDONÓPOLIS - CEP 78.710-050 - MT

Contato

Fone: (66)3410-9700
Horário de Atendimento: 12h as 18h

Como Chegar
© Copyright 2017-2018 Câmara Municipal de Rondonópolis