Você está em: Notícias

Notícias

EX-SECRETÁRIO DE RECEITA DE RONDONÓPOLIS ESCLARECE SAÍDA DA SECRETARIA

Data: 19/03/2019

COMPARTILHE:
A+ A-

O ex-secretário de Receita de Rondonópolis Valdecir Feltrin participou hoje (19) da reunião da Ordem do Dia, na Câmara Municipal de Vereadores, para esclarecer alguns questionamentos dos parlamentares quanto à exoneração dele da secretaria. O convite foi feito pelo vereador João Mototáxi (PSL) que iniciou a fala agradecendo a presença do economista, e pediu que ele esclarecesse o que era boato e verdade quanto à contratação da empresa para dar continuidade ao processo de recadastramento imobiliário no município, que está sendo feito por estagiários contratados.

 Valdecir Feltrin disse que contratar a empresa não era um problema, porque a mesma tem currículo e capacidade para fazer o trabalho, mas que não cumpriria com as exigências técnicas e legais para essa contratação.

“A empresa não atendia o que precisávamos, e mudando o objeto a procuradoria do município indeferiu ao pedido, e eu disse que não assinaria o contrato, e por ter tido essa posição contrária a do prefeito fui exonerado do cargo”, contou Valdecir Feltrin.

O presidente da Câmara Cláudio da Farmácia (MDB), lembrou que esse assunto de recadastramento imobiliário surgiu no inicio da gestão do prefeito Zé Carlos do Pátio em 2017, quando começou uma pauta de realinhamento da tarifa do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU), na época ele disse que só começaria a discutir a tarifa do IPTU com cadastro imobiliário atualizado. O presidente da Casa de Leis perguntou ao ex-secretário se foi efetivada a adesão da ata, Feltrin disse que não, porque não assinou.

O vereador Tiago Muniz (PDT), relatou que esse serviço de atualização e cadastro imobiliário é importante para o município, e concorda que seja feito por uma equipe de Rondonópolis, já que gera emprego para a própria cidade. Ele indagou sobre as postagens feitas nas redes sociais pelo ex-secretário sobre a inadimplência do IPTU no município, onde disse que saiu de 25% para 42%, e que a média é de 8% de inadimplência nas áreas mais nobres, e nos bairros mais afastados chega a 80%. O vereador perguntou qual o valor que a prefeitura tem para receber desse imposto, e Valdecir Feltrin disse que está em torno de 100 milhões de reais.

O vereador Subtenente Guinâncio (PSDB), disse que o PSDB Rondonópolis não compactua com nenhum tipo de ação não republicana, e perguntou ao ex-secretário se houve apenas uma ideia, ou se seria feita uma ação não republicana dentro da gestão.

“Acredito que não seria nada ilegal, e sim uma questão mais pessoal, um pagamento de favor, eu só me desabafei nas redes sociais porque achei injusta a minha exoneração e não queria ficar com fama de incompetente, já que tenho 42 anos de serviços prestados no Poder Público”, contou Valdecir Feltrin.

IMAGEM ANEXADA


Notícias Relacionadas

Notícias Relacionadas

+ Notícias
Endereço

RUA CAFELÂNDIA, 434
Bairro: LA SALLE
RONDONÓPOLIS - CEP 78.710-050 - MT

Contato

Fone: (66)3410-9700
Horário de Atendimento: 12h as 18h

Como Chegar
© Copyright 2017-2018 Câmara Municipal de Rondonópolis